quinta-feira, 29 de julho de 2010

O Caminho falso

Não entres na vereda dos perversos, nem sigas pelo caminho dos maus. – Provérbios 14.4
O caminho dos maus pode parecer atraente e a via mais curta para se alcançar algum objetivo, mas é uma vereda maligna e terminará desfavoravelmente. Se você ama a sua alma e o seu Deus, fuja dele. Não basta dizer, mantenha distância dele, mas mantenha grande distância. Nunca ache que está suficientemente longe dele. O caminho dos justos é luz, Cristo é o caminho deles e Cristo é luz. Os santos só serão perfeitos quando chegarem no céu e lá eles brilharão como o sol na sua força. O caminho do pecado é como as trevas. O caminho do perverso é escuridão e, portanto, perigoso. Eles caem no pecado, mas não sabem como escapar dele; caem em tribulações, mas jamais buscam saber por que Deus contende com eles nem o que vai ocorrer no final. É desse caminho que se nos ordena que fujamos. Ouvir atentamente a Palavra de Deus é o sinal positivo de uma obra de graça principiada no coração e um bom meio para fazê-la prosperar. A Palavra de Deus contém a medicação certa para todas as doenças da alma. Guarde o seu coração com toda a diligência. Temos de vigiar com rigor a nossa alma; devemos livrar o coração tanto de causar feridas como de se ferir. Para isso temos uma boa razão: porque dele procedem as fontes da vida [Pv 4.23]. Acima de tudo, devemos buscar do Senhor Jesus essa água da vida, o Espírito santificador, que jorra para a vida eterna [Jo 4.14].

[Ler Provérbios 4.14-27]


Autor: Matthew Henry (1662–1714)
Fonte: Daily Readings, Randall J. Perderson (org.), Chistian Focus Publications, 2009, “August 1”.
Tradutor: Marcos Vasconcelos
www.mensreformata.blogspot.com


 

  © 2009 Mens Reformata

True Contemplation Blogger Template by M Shodiq Mustika