sábado, 10 de julho de 2010

Tomada de posição. Estamos prontos?

O SENHOR, tenho-o sempre à minha presença; estando ele à minha direita, não serei abalado — Salmos 16.8

Gregório Nazianzeno disse que Atanásio era tanto uma pedra-ímã como um diamante bruto. Pedra-ímã pela ternura da sua disposição; diamante pela invencibilidade da sua resolução. Quando Valente, imperador de Roma, prometeu a Basílio posição superior se ele subscrevesse a heresia ariana, esse pai da igreja lhe respondeu: “Senhor, tais propostas são boas para pegar criancinhas, mas nós, que somos ensinados pelo Espírito, estamos dispostos a suportar mil mortes a permitirmos que uma única sílaba da Escritura seja adulterada”. O justo está pronto para receber a cruz por seu dote e, assim como Inácio, a adornar-se dos sofrimentos por Cristo como de um colar de pérolas. “Nos gloriamos nas próprias tribulações” (Rm 5.3). São Paulo sacudia a sua corrente e se gloriava nela como a mulher que se orgulha das suas joias, disse Crisóstomo. “É perda minha”, afirmou Gordius, o mártir, “se amenizas algo dos meus sofrimentos”. Desse mesmo espírito, heroico e destemido, eram os cristãos primitivos, desprezando nomeações, rindo de encarceramentos, cingindo-se de tormentos como se fossem coroas, cujo amor por Cristo ardia com mais calor do que o fogo, de tal modo que os pagãos exclamavam: “Grande é o Deus dos cristãos!”.

Autor: Thomas Watson (c. 1620—1686)
Fonte: Day by Day with the English Puritans, Randall J. Pederson (org.), Hendrickson Publishers, 2004, p. 197.
Imagem: Cristãos Assassinados na Nigéria (Leia!)

Tradutor: Marcos Vasconcelos
www.mensreformata.blogspot.com

A História se repete HOJE!
Estamos prontos?
Visite os sítios abaixo para saber mais:



 

  © 2009 Mens Reformata

True Contemplation Blogger Template by M Shodiq Mustika