sexta-feira, 12 de novembro de 2010

Retrospecção e expectação

Supremo Governante dos mundos visível e invisível,
Meu coração é levado a buscar-te
por tuas maravilhosas graça e misericórdia.
Tu conservas viva diante de mim a minha conversão,
o alvorecer da minha primeira consolação espiritual
quando atravessei o Mar Vermelho
de um modo inesperado.
Alegro-me, então, por aquela travessia inimaginável
que me libertou do terror do egípcio
quando quase desesperava da vida.
Alegro-me agora porque isso está fresco e vívido em minha mente.
Minha alma se derrama quando lembro daqueles teus dias comigo,
nos quais, criatura pobre e indigna
sem sabedoria para caminhar nem força que me valesse,
fui posto sob a feliz necessidade
de viver de ti e de encontrar as tuas desmedidas consolações.
Tu és o meu tesouro divino no qual habita toda a plenitude,
minha vida, esperança, alegria, paz, glória, fim;
Que eu seja diariamente cada vez mais conformado à tua imagem,
com a mansidão e a serenidade do Cordeiro em minha alma,
e o sentimento da bem-aventurança celestial,
onde anseio juntar-me aos anjos perfeitos,
onde a imagem do meu adorado Salvador
será totalmente restaurada em mim,
para que eu esteja pronto para alegrá-lo e servi-lo.
Não temo olhar face a face o rei dos terrores,
porque sei que serei tomado, não exterminado, do mundo.
Até lá, deixa-me, então, brilhar e arder por ti,
e quando chegar a grande e última mudança
faz-me despertar à tua semelhança,
deixando para trás um exemplo que te glorificará
enquanto meu espírito rejubila no céu,
e seja abençoada a minha memória sobre a terra,
com aqueles que comigo louvam-te por minha vida.



Autor: Não informado.
Fonte: The Valley of Vision. Arthur Bennett (org.), The Banner of Truth Trust, 2005, p. 205.
Tradutor: Marcos Vasconcelos
www.mensreformata.blogspot.com

 

  © 2009 Mens Reformata

True Contemplation Blogger Template by M Shodiq Mustika